TIM ficará com maior parte da Oi na compra em parceria com Vivo

A divisão da rede móvel da Oi entre a TIM e a Telefônica não vai ser feita em fatias iguais. Para a transação ficar de pé, a maior parte dos ativos da Oi vai ficar com a TIM, de acordo com entendimento prévio entre as empresas. A divisão desigual será necessária para evitar que a Telefônica (dona da marca Vivo), que já é a líder de mercado, fique ainda mais distante das concorrentes e acabe sendo impedida pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de efetivar o negócio. A dupla ainda não fechou, exatamente, quanto cada uma vai levar nessa divisão. No mercado, especula-se que a TIM terá em torno de 60% a 70% do negócio.

Propor jornada de 80 horas semanais é provocação ao trabalhador, diz nota das centrais sindicais

 

 

CLT

O trabalhador brasileiro recebeu com indignação a declaração feita na última sexta-feira, 11 de julho, pelo presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Braga de Andrade. O empresário citou a ampliação da jornada de trabalho para 80 horas semanais como uma das medidas duras que devem ser tomadas pelo Governo. 

 

Assembleia Legislativa reúne mais de 800 pessoas para comemorar os 75 anos do Sindicato dos Comerciários

75 anos

Nesta sexta-feira, 10 de junho, uma Sessão Solene na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) comemorou os 75 anos do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, o maior da América Latina e os diretores Jose Tadeu Castelo Branco e Paulo Mori do SINDINSTAL estiveram presentes.