“O mundo é dos NETs”: a TV por assinatura preferida dos brasileiros

claro

Desde 2019, os 7,5 milhões de assinantes da NET não leem o nome NET, eles veem o logotipo da Claro ao ligarem suas televisões. Ainda que tenha sido incorporada pelo gigante das telecomunicações, a NET ainda mantém seu nome associado ao da Claro. Fundada há quase 30 anos, a marca segue líder no mercado de TV por assinatura, com 47% de participação de mercado e tem outro motivo para comemorar: foi eleita a preferida entre nossos leitores na pesquisa das marcas mais admiradas em estilo de vida Casual Brands, promovida pela Casual com os leitores da EXAME.

Foram 932 votos. Desse total, 63% do público é masculino e 37%, feminino. A maior parte, 47,3%, está na faixa de 35 a 44 anos. Entre 25 e 34 estão 32,5% dos eleitores. E 9,8% estão entre 45 e 54 anos. A NET recebeu 47,49% dos votos, enquanto o segundo e terceiro lugar, ficaram com 19,98% (Sky) e 18,23% (Vivo).

Por conta da pandemia e com muitas pessoas em casa, o portfólio on demand alcançou 74.000 títulos disponíveis. As mudanças também ocorreram com o perfil de consumo a partir de março do ano passado. “A TV por assinatura ganhou protagonismo, tanto como fonte de informações jornalísticas confiáveis, como também de entretenimento, e por isso tivemos várias ações para continuar ao lado dos brasileiros e mantê-los conectados. Para garantir a conectividade dos brasileiros, a Claro viu a demanda de seus serviços disparar, com picos de 36% de aumento em audiência na TV”, diz a diretora de marca e comunicação, Ane Lopes.

Outra preocupação da empresa foi com os alunos brasileiros. Aos que conseguiram, transformaram suas casas se transformando em salas de aula, enquanto outros ficaram afastados do ensino. “Esse cenário se torna ainda mais desafiador para os estudantes que se prepararam para o Enem 2020 e contam muitas vezes apenas com o celular como meio de aprendizado. O acesso a este conteúdo e à internet é um desafio para muitas pessoas que perderam renda ou emprego durante a pandemia. Com o propósito de ajudar essa parcela da população, a Claro se uniu ao Descomplica, uma das principais plataformas de preparação online para o Enem, para oferecer um pacote especial para os estudantes”, comenta Lopes.

Visando o comércio de pequenas e médias empresas, a Claro lançou o HUB Claro Empresas, que centraliza iniciativas, não só da operadora, mas também de outras companhias para estimular a economia e fortalecer os pequenos comércios. E também criou o Push do Bem, plataforma para enviar notificações por push para os seus clientes, baseadas em geolocalização, para com sugestões de comércios e serviços disponíveis nos bairros.

Para este ano, as expectativas continuam incertas, mas segundo Lopes há um certo otimismo. “O objetivo traçado neste ano não mudará: as pessoas precisam estar no centro dessas mudanças. Ainda não sabemos como será o futuro e o mundo pós-pandemia, mas já temos certeza que a Claro vai continuar trabalhando para acompanhar as mudanças e construí-lo da melhor maneira que pudermos, sempre levando o novo e colocando a tecnologia de ponta à serviço das pessoas, dos nossos clientes”, finaliza.

Fonte: Exame